Consulta Médica Personalizada

consulta-mdica-personalizada-cardiopost

|A arte do cuidado personalizado, valorizando a consulta médica.

 

O atendimento médico em geral tem se caracterizado pela falta de tempo: consultas rápidas, com profissionais apressados e estressados, frequentemente desconhecidos, em frente a pacientes anônimos. São circunstâncias onde não se estabelece conexão entre o profissional e o paciente.

Muitas vezes o paciente troca breves palavras com o médico, que pouco lhe escuta e entrega um calhamaço de exames. No retorno o paciente lhe entrega um enorme fardo de papel, que é avaliado e gera um veredito sem qualquer explicação. De outro lado, muitas vezes logo após o início da consulta, o paciente já coloca a ideia de que gostaria de fazer “todos os exames” ou “tudo aquilo que o convênio dá direito”, comentando logo em seguida o quanto paga por mês.

Toda esta situação tem gerado grande insatisfação aos pacientes, médicos e demais profissionais de saúde.

O médico sente-se desconfortável e frustrado pela qualidade e baixa resolutividade de seu trabalho, com a permanente sensação de que não tem o controle sobre sua atividade.

O paciente sente-se como um joguete nas mãos de uma imensa máquina que o consome, não resolve seu problema e eventualmente o agrava.

O uso exagerado da tecnologia médica, com os exames e procedimentos de alta complexidade tomou a frente da atenção humana, muitas vezes sem chegar a nenhum diagnóstico efetivo e com exposição desnecessária a riscos de iatrogenia (doença causada pelo que deveria curar ou diagnosticar).

 

 

|O que fazer nesse cenário desastroso?

Primeiro reconhecer que isso não está sendo bom para médicos e pacientes, e que ambos estão insatisfeitos e inseguros.

Depois tentar enxergar novos caminhos, que resgatem a medicina tradicional e usem o que há de mais moderno no diagnóstico e tratamento efetivo das doenças.

Parece difícil? Mas deverá ser o futuro da medicina de qualidade:

1| Tempo para ouvir, refletir e construir relações sólidas com os pacientes.

2| Oferecer o melhor cuidado, baseado nas melhores evidências científicas, com foco na pessoa e seus valores, elaborando decisões ponderadas e cautelosas.

3| Tratamento individualizado, ao invés da generalidade da aplicação de estatísticas frias e sem nenhuma proximidade com os valores e a realidade do paciente.

4| Fazer uso racional e preciso das tecnologias médicas disponíveis, para diagnósticos sob o menor risco, pois nem sempre fazer mais significa fazer o melhor.

5| Tratar saúde como um conceito positivo, valorizando o autocuidado, a força para reagir às adversidades (resiliência) e a flexibilidade mental.

6| Oferecer orientações claras, para uma prevenção efetiva e resultados positivos a longo prazo.

 

Nos últimos anos a medicina foi se tornando cada vez mais científica, tratando apenas a doença, o que não acalma o complexo sofrimento humano. É necessário resgatar a empatia humana e cuidar do sofrimento.

 

Resgatar o tempo como parte essencial da consulta médica, para ouvir adequadamente e perceber as nuances das queixas de forma respeitosa. Solicitar e avaliar os exames de acordo com o raciocínio clínico e as suspeitas levantadas, individualizando os resultados e explicando detalhadamente o que significam. Realizar revisões regulares e dar sentido de continuidade ao tratamento proposto, checando e afirmando os bons resultados, para conseguir maior adesão e comprometimento com o tratamento ou prevenção.

Resgatar a paixão pelo ato de cuidar e orientar, e a compaixão na atenção médica.

Ter empatia com as angústias e dúvidas do outro, colocando-se em seu lugar, tornando assim a atenção mais humanizada.

 

O ato de cuidar, de se interessar compassivamente pelo sofrimento do outro, e de tentar buscar alternativas de alívio daquele sofrimento já é terapêutico em si.

 

Parece romântico?

Pois este é o cuidado que os médicos aprendem, e esta deveria ser a maneira pela qual a assistência à saúde deveria ser conduzida habitualmente, não importando qual a especialidade.

Fontes:

O que são Cuidados Paliativos

http://www.practiceupdate.com/content/choosing-wisely-reclaiming-the-practice-of-medicine-part-4/18020

Home

consulta-mdica-personalizada-cardiopost

Dr. Paulo Meirelles

Médico especialista em medicina interna e cardiologia, formado pela Universidade Federal da Bahia e Hospital Santa Isabel, com atuação em terapia intensiva, medicina hospitalar e ecocardiografia.
consulta-mdica-personalizada-cardiopost