Bichectomia

bichectomia-odontopostagem


Bichectomia


O procedimento, que inicialmente servia para evitar um tipo de câncer por mordidas repetidas nas bochechas, se tornou um sucesso entre as celebridades, que buscavam um rosto mais fininho.

 

 

Entenda o que é bichectomia, quais as melhores indicações e como é realizado.

 

O nome dado à essa cirurgia é no mínimo engraçado, e vem do sobrenome do anatomista Marie Francois Bichat, que descreveu pela primeira vez uma “bola” de gordura encapsulada localizada na face, em 1802 , que seria útil para o bebê sugar o leite materno.

 

A bichectomia foi idealizada para pessoas que mordiam frequentemente as bochechas, devido ao estreitamento do corredor bucal, com aumento do risco de câncer. Entretanto despertou a atenção de muita gente como uma opção de correção estética, após a mudança dos padrões de beleza para rostos mais finos e marcados, como ícones de charme e sedução.” Explica Dra. Mayle Montargil, cirurgiã dentista da Clínica Sátt.

 

A cirurgia é realizada por dentro da cavidade da boca, portanto sem cicatrizes na face, com uma recuperação semelhante à de uma extração dentária. A anestesia é local, muito semelhante à realizada nos tratamentos dentários comuns, com um pequeno corte na face interna da bochecha e a retirada da gordura.

 

Os cirurgiões dentistas realizam procedimentos muito maiores, de forma rotineira em seus consultórios, com toda segurança que esses procedimentos exigem. O tempo da cirurgia depende do grau de dificuldade do procedimento, mas em média não leva mais que 40 minutos.

 

O resultado imediato não deve ser considerado, pois ainda existe muito inchaço nas primeiras semanas, atingindo a aparência ideal após aproximadamente 21 dias.

 

Oriento meus pacientes a evitar nas primeiras 48 horas os alimentos quentes ou com muitos resíduos finos (farinhas), dando preferência aos gelados e de fácil mastigação, para evitar complicações. Oriento também a usar uma bolsa com gelo e evitar atividades físicas, para evitar o inchaço ou formação de hematoma no local”

 

Por que algumas pessoas não tem um resultado tão satisfatório?

 

Dra. Mayle salienta que os melhores resultados ocorrem em pessoas magras, mas que possuem o rosto mais arredondado.

A explicação para isso está no fato de que o procedimento destaca a região malar e mandibular, acentuando os contornos da face que já existem naturalmente, e assim corrigindo esse desequilíbrio.

A retirada da gordura faz esses traços se destacarem ainda mais, com um efeito surpreendente de afilamento de toda a face.

 

Muitas vezes o paciente possui outras causas para o rosto ser arredondado, como na hipertrofia do músculo masseter (mandíbulas) ou dos ossos da face.

Nesses casos a cirurgia de bichectomia não terá bom resultado, pois a causa da desarmonia não é o excesso de gordura de Bichat, mas a própria anatomia da face.

 

Cada caso deve ser avaliado baseado nos critérios de Harmonização orofacial, para buscar o reequilíbrio dos traços e um sorriso mais harmônico. Em alguns casos é necessário associar à bichectomia o procedimento de redução da “papada”, para melhorar o efeito estético e realçar ainda mais o afilamento da face”

bichectomia-odontopostagem

Dra. Mayle Montargil

Cirurgiã dentista, formada pela Universidade estadual de feira de Santana. Especialista em prótese e implantodontia, com atuação em harmonização facial, odontologia estética, cirurgia e reabilitação oral.
bichectomia-odontopostagem

Últimos posts por Dra. Mayle Montargil (exibir todos)